II. "SEI EM QUEM PUS MINHA FÉ" (2TM 1,12)

14/12/2011 10:00

 

 

CRER SOMENTE EM DEUS

150 A fé é primeiramente uma adesão pessoal do homem a Deus; é, ao mesmo tempo e
inseparavelmente, o assentimento livre a toda a verdade que Deus revelou. Como adesão pessoal a Deus e 
assentimento à verdade que ele revelou, a fé cristã é diferente da fé em uma pessoa humana. E justo e bom 
entregar-se totalmente a Deus e crer absolutamente no que ele diz. Seria vão e falso pôr tal fé em uma 
criatura. 

CRER EM JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

151 Para o cristão, crer em Deus é, inseparavelmente, crer naquele que Ele enviou, "seu Filho bemamado", no qual Ele pôs toda à sua complacência; Deus mandou que O escutássemos. O próprio Senhor 
disse a seus discípulos: "Crede em Deus, crede também em mim" (Jo 14,1). Podemos crer em Jesus Cristo por 
que ele mesmo é Deus, o Verbo feito carne: "Ninguém jamais viu a Deus: o Filho unigênito, que está voltado para o seio do Pai; este o deu a conhecer" (Jo 1,18). Por ter ele "visto o Pai" (Jo 6,46), ele é o único que o 
conhece e pode revelá-lo.

CRER NO ESPÍRITO SANTO

152 Não se pode crer em Jesus Cristo sem participar de seu Espírito. E o Espírito Santo que revela 
aos homens quem é Jesus. Pois "ninguém pode dizer 'Jesus é Senhor' a não ser no Espírito Santo" (1 Cor 
12,3). "O Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as profundidades de Deus... O que está em Deus, 
ninguém o conhece a não ser o Espírito de Deus" (1 Cor 2,10-11). Só Deus conhece a Deus por inteiro. 
Cremos no Espírito Santo porque Ele é Deus.
A Igreja não cessa de confessar sua fé em um só Deus, Pai, Filho e Espírito Santo.